quinta-feira, 19 de maio de 2011

AO MEU SOBRINHO - PEDRO GABRIEL

Pedro Gabriel
Nasceu!

Como nascem todos os dias
Os Anjos

Nasceu
Com saúde
De mãos abertas

Nasceu
Em um mundo
Moribundo

Onde homens
Ignorantes
Constroem mísseis
Inteligentes

Nasceu
Em um tempo
Onde se faz guerra
Pela paz

Onde nas escolas
Ao invés de levar balas no bolso
Os alunos levam bala
No corpo

Nasceu

Sei bem que
Pedro Gabriel
Nada entende desse mundo
Nem sabe o quão grande é
Essa bola flutuante que o espera

Quiçá Pedro Gabriel
Vire Poeta
E como eu
Acredite que nos
Corações dos homens
Ainda exista uma sementinha
Que dará frutos de Paz

Pedro Gabriel
Nasceu
E a esperança
Nasceu junto...

Nasceu mais uma muda...
E que floresça
Em um mudo melhor

Vem Pedrinho
Seja Bem vindo!
Vem com tudo e mais um pouco
E conte com seu
Tio na batalha
da vida...





Caranguejúnior tio do Pedro Gabriel

Um comentário:

André Dia(s,z)? disse...

Muito bonito, tio Caranguejunior!
Que seja bem vinda esta criança, neste mundo que não é brincadeira!

Abraço!