quarta-feira, 22 de julho de 2015

INSOSSO & COM AMOR



É o sódio que faz mal as pessoas
Os médicos dizem que o problema
        É o sódio
Este elemento Na da tabela periódica
Que invisivelmente se faz presente em nossa mesa
Em nosso cardápio
E mesmo sem querer nos alimentamos de sódio
Diariamente...
        O problema na realidade está no sódio
Sódio, se ingerido com frequência
Causa malefícios à saúde

[ Acidente vascular cerebral
hipertensão arterial
cálculo renal
eteceteraetal ]

         E o coração, esta velha máquina errante
      Vira uma bomba relógio
      Prestes a explodir a qualquer instante
      Enquanto o Ministério da Saúde nos adverte:

O Sódio destrói aquele que dele se alimenta
Corte o sódio da sua vida

    N
NÃO
   O

É o ódio que faz mal as pessoas
Os filósofos e sociólogos dizem que o problema
      Está no ódio
Este elemento que já há diversos períodos
{Paleolítico, mesolítico, neolítico, político, caótico}
Se faz presente em nosso planeta
E mesmo sem querer, nos alimentamos de ódio
Diariamente...
Seja pela tv, rádio, jornais...
Até mesmo nas ruas, o ódio está presente
   O problema na realidade, é o ódio
Ódio, se ingerindo com frequência
Causa malefícios a saúde

[ Acidente vascular cerebral
hipertensão arterial
1°, 2°, 3° guerra mundial
eteceteraetal ]

         E o coração, esta velha bomba pulsante
         Vive de pavio curto
         Pronto para explodir a qualquer instante
         O Ministério da Paz só adverte:

O ódio destrói aquele que dele se alimenta
Corte o ódio da sua vida

Já eu
Um poeta insosso &
Com sazón

         Prefiro morrer de
                                  sódio
         Do que me alimentar de
                                  ódio.





Caranguejunior

 










Um comentário:

André Dia(s,z)? disse...

Grande Junior! Agora lembrei! Foi esse poema que vc fez no Pézão! Temperado com sódio (nada de ódio) e muita emoção!

Abraço!