sexta-feira, 3 de junho de 2011

O JANTAR

A noite
Lua nova
No firmamento

Sentamos à mesa
À luz de velas
Vinho branco e uvas

Brindamos

Conversamos sobre tudo
E riamos
Servimo-nos do banquete

Degustamos

No sofá, sorrisos...
Entre fumaça de cigarros
Tragos de Whisky

Leves toques

Antes da sobremesa
Tudo já indicava 
Um desfecho

Sensações


Os olhares
Já desenhavam
O próximo passo



Prato principal:

Nós...


Comemo-nos

Nus...








Caranguejúnior

Um comentário:

André Dia(s,z)? disse...

Opa! Essa janta tá boa, hein?!

Abraço!