sexta-feira, 11 de maio de 2012

O DIANTHUS CARYOPHYLLUS E A ROSA XGRANDIFLORA



Eu cá reguei você aqui
Rosa
No jarro do meu Cardíaco muscular

Dei-te água, comida e pé tala lavada
Um lar...
Empregadas, mordomo (sexual-homo)
Johnny Walker, White Horse, Domus
Caro carro ao invés de burro
Piscina, sauna
Fauna e flora

Dei-te o sol, vento, chuva
Kiwi, Pêssego, uva
“Eu era a raposa”
Querendo sua vulva

Deitei e dei-te coro
Curto e grosso
Grande e fino (de grã-fino)
Cabra macho, nordestino

"Mulher nova
Bonita e carinhosa"
Fogosa!
Cheirosa igual uma flor
Gostosa tu eras, Rosa
Fizeste-me gemer
Sem sentir dor

MAS...
Fugistes com o Jardineiro
Que te colheu
Acolheu
E te comeu...

Traíste-me Rosa
Em verso e prosa
Fizeste-me de escravo
EU, um pobre cravo

E como a estória do mau lobo
Eu fiquei bobo, de novo
E nas ruas da amargura
Estou na boca do povo

Hoje, das piadas, só corro...
Socorro! Socorro!

- Olha mainha, lá vai o Cravo
- LAPA DE CORNO!





Caranguejúnior





Um comentário:

André Dia(s,z)? disse...

Da hora, Junião!

ABRAÇO!